quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Jogo rápido: uma conversa com Bebê 7 Cordas

Nome:
 Luiz Fernando Nóbrega Lopes (Bebê 7 cordas).  




Onde Nasceu?
Nascido em Santos-SP.

Há quanto tempo toca Violão?
Toco violão há 20 anos, desde os 14 anos.

Com quem estudou ou estuda Violão 7 Cordas?
Meus primeiros passos no 7 cordas foi com um músico de São Vicente conhecido como Arizinho 7 cordas, um excelente violonista.

Como é ser violonista no Brasil?
Não é fácil ser violonista no Brasil, é um povo em sua maioria sem cultura musical, que se apega em modismos, mas os bons músicos conseguem trabalhar bastante em virtude daquela parte da  população que aprecia a música de qualidade.

Qual estilo musical você mais aprecia?
Gosto de todos os estilos que tem qualidade: do Rock ao Blues, do Jazz ao Baião, Bossa Nova, enfim, todas que têm qualidade, mas como um violonista de 7 cordas, adoro Choro e Samba.

O 7 Cordas tem algum segredo?
O 7 cordas tem muitos segredos, você vai conhecê-los se aprofundando e conhecendo sua história e ouvindo os grandes mestres no Instrumento.

Quais os violonistas que você admira?
Eu admiro vários violonistas dentre eles: Mestre Dino 7 cordas, Raphael Rabello, Valdir 7 cordas, Luizinho 7 cordas, Sombrinha, Carlinhos 7 cordas, Arzinho 7 cordas, Gian Correa, Bruno Vinci e Rogério Caetano todos eles tocam o 7 cordas típico /tradicional.

Prefere tocar 7 Cordas fazendo frases e bordões, ou acompanhando com os acordes?
Gosto de acompanhar se não tiver outro instrumento de base e fazer os Baixos se tiver alguém harmonizando um cavaco, um violão 6 , um piano enfim.

Um compositor de samba e um choro preferido?
Gosto músico do Nélson Cavaquinho, e meu choro preferido é um chamado Cinema Mudo do Waldir Azevedo.

Como conhecedor profundo do Violão 7 Cordas, o que recomendaria a um jovem Violonista ouvir ou tocar nesta área?
Ouvir, tirar e acompanhar sambas e choros gravados por esses grandes mestres que citei.






Um comentário: